Voltar ao blog Vendas - A regra de ouro nos negócios
Rui Terroso CEO
Rui Terroso - CEO |

Vendas - A regra de ouro nos negócios

 

Não interessa quem somos ou a que nos dedicamos, estamos sempre a vender algo.

Tudo são vendas: Uma entrevista de trabalho é uma venda, obter financiamento para um projeto é uma venda, organizar um evento e conseguir que vão pessoas é uma venda, quando discute uma ida ao teatro ou ao cinema em casal é uma venda, quando interage com o seu filho para que faça aquilo que lhe apetece é uma venda. E assim por diante.

 

Saber vender tem um impacto em todas as áreas da vida, como pai, filho, amigo, namorado, funcionário ou empresário. Terá sempre de vender algo a alguém para avançar: uma ascensão de posto, o seu salário, o seu plano de viagem de férias, onde ir jantar. A conclusão é clara, para se ter sucesso na vida, em qualquer das áreas, é preciso saber vender.

 

 

Saber vender é, primeiro uma questão de sobrevivência, e em segundo, de qualidade de vida.

Visto que todos nós vendemos algo – o nosso trabalho, produtos, serviços ou qualquer outra coisa – para ter oportunidades, é preciso saber vender.

 

E para correr muito bem, temos de ser grandes vendedores. A qualidade de vida depende da capacidade de venda: quanto melhor souber vender, mais receberá e melhor viverá.

 

De forma temporária, as coisas poderão correr mal para a sua empresa ou para a empresa para a qual trabalha, mas acabará por se recuperar, porque todas as empresas vivem do mesmo: Vender.

 

Sem vendedores, o mundo pararia de girar. Aprenda a vender e nunca lhe faltará trabalho, porque se torna indispensável aos outros. Todos devemos saber vender para ter uma vida à altura.

 

Vender não é um trabalho (profissão), é um estilo de vida, uma aptidão que serve para tudo.

 

Respirar, comer, beber, fazer exercício não são profissões para a maioria das pessoas, mas sim requisitos fundamentais para poder viver. O mesmo se aplica às vendas.

 

 

A diferença entre a mediocridade e a grandeza é o compromisso.

A maioria das pessoas não consegue o que quer porque não faz o suficiente para o conseguir, e não faz o suficiente para o conseguir porque não se compromete com os resultados, e como não tem resultados não se gosta daquilo que se faz, é um circulo vicioso.

 

É tão simples quanto isto: se não se comprometer com a obtenção de resultados, os resultados não se dão, se não há resultados é porque não se comprometeu com os mesmos.

 

Tornar os seus sonhos realidade depende do seu compromisso. E comprometer-se é entregar-se por completo a alguma coisa: fazer o que for preciso no tempo que for preciso.

 

Os profissionais (comprometidos) sobrevivem, os amadores (não comprometidos) desaparecem. Para se ser bem-sucedido em qualquer coisa, é necessário comprometer-se a 100 por cento.

 

Pela minha experiencia quando tentava vender os Tours da Living Tours antes mesmo de existir a empresa, era o meu comprometimento a 100% com a causa e com o projeto que me fazia acreditar de tal forma e com um empenho e dedicação tão elevado, que mesmo sem existir empresa eu consegui como todos os empresários que iniciam do zero, vender aquilo que ainda não existia e fazer com que os outros acreditem em nós como sendo possível!

 

Recordo-me da alegria vivida, quando entrou a primeira reserva do operador turístico Top Atlântico efetuada pela Isabel Teixeira responsável das reservas Top Atlântico na época e que acreditou em mim e na minha capacidade de vender um projeto que não existia, mas com verdade ele veio mesmo a existir.

 

 

Não se pode ganhar mais a dar menos ou o mesmo

Osho, mestre espiritual, expressa esta ideia com grande astúcia: “Para crescer, olhe tão-só para uma arvore. À medida que a árvore vai crescendo em altura, as raízes crescem cada vez mais em profundidade.

Há um equilíbrio: quanto mais alto se eleva a árvore, mais profundas serão as suas raízes. Não é possível a existência de uma árvore com cinquenta metros de altura que tenha raízes pequenas, não será possível sustentar uma árvore tão grande. Na vida, crescer significa aprofundar as suas raízes”

 

 

Vender é o ato de dar e não de receber, é o ato de servir e não de pedir.

Em qualquer negócio, deve-se estar disposto a servir as pessoas, não só a vender.

 

Os negócios existem para contribuir de forma a que a vida das pessoas melhore. Os melhores vendedores são aqueles que sabem servir.

 

Para vender não precisa de truques nem artimanhas, precisa sim de estar disposto a ajudar a pessoa que tem à sua frente.

 

O dinheiro (negócio) é a consequência de um trabalho bem feito (valor). Se melhorar a vida dos outros, o mercado recompensá-lo-á, se a melhorar bastante recompensá-lo-á bastante.

 

O sucesso consiste em ter vocação para servir. Vender não é vender, vender é oferecer soluções às pessoas. Vender é resolver problemas.

 

Vender é contribuir com algo de valor para a vida das pessoas, mais qualidade de vida, preços melhores, maior rapidez, atendimento mais personalizado ou qualquer outra coisa. Pense nas pessoas, não em si.

 

Quer que lhe dê atenção? Quer que repare em si? Quer que o oiça? É fácil, basta responder a esta pergunta: como vai ajudar-me a tornar a minha vida melhor?

 

 

Para vender é necessário ter conhecimento sobre os produtos, mas acima de tudo sobre as pessoas.

São as pessoas que compram os produtos, logo, o trabalho consiste em vender coisas a pessoas, não pessoas às coisas.

 

Se compreender as pessoas, encontra a resposta correta. A base de uma boa venda é a informação, e a informação obtém-se através da escuta, observação e questionamento. Faça perguntas para ficar a conhecer o cliente, as expectativas e necessidades.

 

O vendedor não interessa ao cliente, o cliente interessa-se por si mesmo.

 

Por outro lado, as pessoas deixam-se influenciar por pessoas que lhes inspiram confiança, mais ainda do que por produtos. Mais importante do que o que se vende é quem vende.

 

As pessoas não confiam numa coisa, confiam em alguém. A falta de confiança irá custar-lhe muitas vendas.

 

Primeiro, ganhe a confiança das pessoas e depois fale de negócios.

 

Voltar ao blog

Subscreva a nossa

Newsletter

e descubra as nossas novidades e promoções mensais

A Living Tours utiliza cookies a fim de prestar o melhor serviço possível. Ao continuar a navegação, está a dar-nos o consentimento para usarmos os seus cookies. Pode ler mais informações na nossa política de privacidade.

Concordo